13 novembro 2021

O Novembro Azul Chegou - Campanha Anual Sobre a Saúde Física e Mental do Homem

O Novembro Azul (campanha sobre a saúde do homem) chegou com uma música muito tocante: Masculinidade - composição de Tiago Iorc.

Que esta canção toque, gentilmente, muitos corações.
Sim, precisamos de feminilidade e masculinidade, para acolhermos, juntos, a dor da alma do outro.
Coragem!

Conheça esta canção:
https://www.youtube.com/watch?v=V5GUxCQ8rl4


Sobre o Novembro Azul:

Este movimento surgiu em 2003, na Austrália, chamado de Movember – (Man/ November), para comemorar o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata (17 de novembro).


Vários países adotaram o Movember como uma oportunidade de engajar a sociedade para se falar sobre a conscientização da saúde masculina, como câncer de próstata e testículo, depressão masculina, dentro outros.

No Brasil, a campanha anual do Novembro Azul foi iniciada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, “com o objetivo de quebrar o preconceito masculino de ir ao médico e, quando necessário, fazer o exame de toque, e obteve ampla divulgação. Em 2014, o Instituto realizou 2.200 ações em todo o Brasil, com a iluminação de pontos turísticos (como Cristo Redentor, Congresso Nacional, Teatro Amazonas, Monumento às Bandeiras), adesão de celebridades (Zico, Emerson Fittipaldi, Rubens Barrichello), ativações em estádios de futebol, corridas de rua e autódromos, além de palestras informativas, intervenções em eventos populares e pedágios nas estradas.” - Wikipedia

Nossa ONG de mulheres reconhece e apoia a importância desta campanha para a saúde física e mental do homem, bem como sua contribuição para a paz nos lares.

Compartilhe!



03 outubro 2021

Nossa celebração anual do OUTUBRO ROSA!

 

Estamos comemorando 1 ANO de aniversário do lançamento oficial do site renovado (e mais interativo) da nossa ONG de mulheres, com promoção especial de todos os livros neste OUTUBRO ROSA!


Temos muitos motivos para comemorar:

- site renovado e divertido - www.monga.com.br;

- já estamos organizando vários eventos on-line para 2022, para os 20 anos da ONG de mulheres trabalhando pela paz nos lares, organização fundada em 2002. Aguardem! 

- o novo estatuto da ONG, traz Diana Motta, psicóloga, como vice-presidente da nossa ONG, como reconhecimento pela contribuição dela em serviços voluntários prestados para nossa ONG deste a sua adolescência; https://www.doctoralia.com.br/diana-motta-n-reis/psicologo/salvador

- aguardem a tradução de Diana Motta, para o inglês, do livro Guia Básico para a Mulher Competente Ser Fútil, Burra e Mais Feliz.  Esta obra faz 20 anos de lançamento no Brasil e nos Estados Unidos (2001), em novembro deste ano.  Vamos lançar o e-book revisado (edição comemorativa) em português e o e-book em inglês! 

http://www.monga.com.br/produto/livro-guia-basico-para-a-mulher-competente-ser-futil-burra-e-mais-feliz/


- atualização de todos os nossos blogs sobre o nosso ativismo pelos direitos das mulheres, crianças, adolescentes e idosos;

 

- faz 1 ANO da criação de nova página da ONG, no Facebook: SER A PRATA DA CASA, objetivando a valorização do idoso, suas histórias e da família. Hoje, em outubro/2021, temos 110 membros.

Participe você também!

 

- aniversário de 1 ANO (agosto/2020) de criação do Canal do Youtube "Mãe Pode Tudo com Tânia Motta".

https://www.youtube.com/watch?v=KLGStDA58Rc&t=229s


Confira lá no site todas estas novidades: www.monga.com.br

Você sabia que o Outubro Rosa é um movimento internacional, criado no início dos anos 1990, nos Estados Unidos, pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, para promover a prevenção ao câncer de mama?

No Brasil, a nossa ONG procura divulgar a saúde integral da mulher, nos seus aspectos físico e emocional, enfatizando a construção da paz (peace building) nos lares.

O nosso lar é um ambiente a ser cuidado e respeitado por todos.  A paz começa dentro da cada um de nós!

 ATIVIDADE DO MÊS:  Distribua lacinhos cor de rosa em todos os espelhos da sua casa e no seu computador.  Os laços lembrarão a todos sobre prioridade da saúde das mulheres da casa.  Procure acessar conteúdos on-line que elevem a sua energia.  Medite mais!



Saiba mais sobre a nossa ONG e boa diversão!

http://www.monga.com.br/2020/10/02/nossa-ong-de-mulheres/

 


20 setembro 2021

Mensagem Motivacional do Setembro Amarelo por Dra. Diana Motta - artigo nº 1

 

A Origem do Setembro Amarelo 

See free translation into English below: The Origin of the Yellow September

- por Dra. Diana Motta, psicóloga e vice-presidente desta ONG de mulheres (www.monga.com.br).

Já se questionou o porquê do Elevador Lacerda, o Cristo Redentor e outros importantes monumentos pelo mundo serem iluminados por uma luz amarela, de noite, no mês de setembro?

A campanha do Setembro Amarelo teve como origem a história de um jovem americano de 17 anos chamado Michael Emme (Mike), que era apaixonado por mecânica, por isso trabalhava como restaurador de carros. Dado momento, ele decidiu restaurar um carro Ford Mustang 1968, que estava em péssimas condições, no qual a recuperação durou meses. Mike inclusive pintou o carro de amarelo vibrante; seu belo projeto de restauração ficou conhecido; então, todos começaram a chamar ele de Mike Mustang.

Certo dia, os pais de Michael encontraram ele, morto, dentro do Mustang, enfim com a restauração finalizada, no ano de 1994. Ademais, ele escreveu um bilhete para os pais: “não se culpem, mamãe e papai, eu amo vocês. Com amor, Mike”. Seus pais e amigos sabiam que ele estava triste com o término do namoro; mas ele não deu indícios que estava sofrendo tanto ao ponto de cometer suicídio.

Devastados, os pais de Mike, que não tiveram a oportunidade de ajudar seu filho a superar um sofrimento profundo que levou a sua morte, decidiram colocar perto do túmulo do filho, uma cesta com 500 cartões ornamentados com fitas amarelas, da cor do Mustang 1968 que ele restaurou com muito entusiasmo. O que estava escrito, em cada cartão, era “se você está pensando em suicídio, entregue esse cartão a alguém e peça ajuda!” Notavelmente, os cartões da cesta foram todos coletados por pessoas que precisavam dessa ajuda.




“Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada 40 segundos, uma pessoa comete suicídio em algum lugar do planeta. Ou seja, em um ano, mais de 800 mil pessoas perdem sua vida dessa maneira” (SPAGNA). Inclusive, a OMS constata que o suicídio é a segunda causa principal de morte entre jovens de 15 a 29 anos.

A partir do caso de Michael Emme, a temática do suicídio começou a ser discutida à nível global, e o tabu começou a se dissolver. Entretanto, tem-se ainda muito o que trabalhar para a conscientização sobre esse tema e como é necessário o auxílio psicológico profissional para quem está considerando o suicídio.

 

Bibliografia:

SPAGNA, Julia di. Setembro Amarelo: como surgiu e por que ele é tão importante. Guia do Estudante, 2021. Disponível em: <https://guiadoestudante.abril.com.br/atualidades/setembro-amarelo-como-surgiu-e-por-que-ele-e-tao-importante/>. Acesso em: 20 de set de 2021.

Setembro Amarelo e a importância da saúde mental. Cellera Farma, 2020. Disponível em: <https://www.cellerafarma.com.br/saude-mental/setembro-amarelo-e-a-importancia-da-saude-mental>. Acesso em: 20 de set de 2021.

Compartilhe!

 https://www.doctoralia.com.br/diana-motta-n-reis/psicologo/salvador

_______________

Motivational Message of Yellow September – 1st Article

The Origin of the Yellow September

 Diana Motta, psychologist, vice-president of the women´s NGO (www.monga.com.br)

 Have you ever questioned yourself why Lacerda Elevator, Cristo Redentor and other important monuments of the world are illuminated by a yellow light, at night, during the month of September?

The campaign Yellow September has its origin in the history of an seventeen-year-old American called Michael Emme (Mike),that was passionated by mechanics; there is why he worked as a car restorator. In a given moment, he decided to restore a Ford Mustang 1968, that was in terrible conditions, in which recovery lasted months. Furthermore, Mike has painted the car a vibrant yellow; his beautiful restoration became known; thus, all started to call him Mike Mustang.

One day, Michael parentes found him dead, inside the Mustang, that was at last with its restoration concluded, in the year of 1994. Moreover, he wrote a note for his parentes: “don’t blame yourselves, mom and daddy, I love you. With love, Mike”. His parents and friends have known that he was sad due to the end of his relationship with his ex girlfriend; although he did not leave clues that he was suffering so deeply to the point of commiting suicide.

Mike parentes were devastated for they did not have the opportunity of helping their son to overcome a deep suffering that cost his death. Therefore, they have decided top ut next to their son’s grave, a basket containing 500 cards ornated with yellow ribbons, the color of the Mustang 1968 that he restored with all his zest. What was written was, in each card was “if you are thinking about suicide, give this card to someone and ask for help!” Remarcably, all cards from that basket were collected by people that needed that kind of help.

“According to World Health Organization (WHO), in 40 seconds one person commits suicide somewhere in the planet. That means, in a year, more than 800,000 people loose their lives this way” (SPAGNA). Additionally, WHO believes that suicide is the second principal cause of death among youngsters from 15 to 29 years-old.

From Michael Emme’s case on the suicide thematics started to be discussed at a global level and the taboo started to dissolve. Nevertheless, there is still a lot to work for the awareness regarding this theme and how it is necessary for those who are considering suicide to seek psychological help from a professional.

Bibliography:

Spagna, Julia di. Setembro Amarelo: como surgiu e por que ele é tão importante. Guia do Estudante, 2021. Available in: <https://guiadoestudante.abril.com.br/atualidades/setembro-amarelo-como-surgiu-e-por-que-ele-e-tao-importante/>. Acessed in: Sep, 20th of 2021.

Setembro Amarelo e a importância da saúde mental. Cellera Farma, 2020. Available in: <https://www.cellerafarma.com.br/saude-mental/setembro-amarelo-e-a-importancia-da-saude-mental>. Acessed in: Sep, 20th of 2021.

 https://www.doctoralia.com.br/diana-motta-n-reis/psicologo/salvador

05 setembro 2021

Setembro Amarelo de Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio

Sempre questionei quanto ao apelo das campanhas sociais terem uma chamada mais positiva, que, imediatamente, direcionassem o pensamento do leitor ao ponto chave daquela ideia ou chamada de consciência.

Como advogada e ativista pela paz nos lares, sempre priorizei escrever nos meus livros, site, blogs e dar palestras com temas de empoderamento feminino, porque, assim, eu estaria afastando a violência doméstica contra mulheres, crianças e idosos, plantando a semente da paz nos lares.

Vamos discorrer, então, sobre o Setembro Amarelo – campanha mundial de prevenção ao suicídio. Por que setembro? Por que amarelo? Por que não, campanha de Valorização da Vida?

O Setembro Amarelo é uma campanha mundial dedicada à prevenção do suicídio desde 1994, chegando ao Brasil, em 2015, com o objetivo de conscientizar a população e prevenir o seu acontecimento, durante todo o mês de setembro.

Todas as ações como debates, lives, atividades ao ar livre, outdoors, posts em mídias sociais, decoração e iluminação de praças públicas em amarelo são importantes. A exemplo do que já ocorre com a iluminação em amarelo do Cristo Redentor (Rio), Elevador Lacerda (Salvador), Congresso Nacional (Brasília), Paço Municipal (Fortaleza) e em tantos outros espaços icônicos das cidades brasileiras.

Toda atenção precisa ser dada e ações implementadas o ano todo, já que a OMS – Organização Mundial de Saúde relata que 32 pessoas se suicidam por dia no Brasil, matando mais que doenças como câncer e Aids. São cerca de 12 mil casos de suicídio no Brasil e mais de 1 milhão no mundo todo.

Algumas profissões devem receber especial atenção, quanto ao estresse diário, que possa levar à exaustão emocional dos profissionais da área de saúde, direito, segurança pública e jornalismo.

Em tempos de crise, como a pandemia e suas consequências econômicas, precisamos intensificar esses cuidados, através de divulgação intensa na mídia sobre a escuta quanto a ideação suicida. O slogan desta companha é “Falar é a Melhor Solução”.

Quadros depressivos, consumo de álcool e drogas podem levar ao suicídio, por isso a importância do falar – ouvir o outro pode prevenir 9 em cada 10 situações de atos suicidas.


Por que Setembro Amarelo?

Esta campanha teve início nos Estados Unidos, em 1994, quando o jovem mecânico, de 17 anos, chamado Mike Emme, após restaurar um antigo carro

Mustang 68 de cor amarela, cometeu suicídio, para a tristeza dos seus familiares e amigos na sua cidade.

Seus pais e amigos não perceberam a tempo que o jovem tinha sérios problemas psicológicos e, ficou um sentimento de que; por isso, não conseguiram evitar sua morte.

Como o jovem mecânico, havia pintado o Mustang 68 de amarelo, no dia do seu velório, foram distribuídos muitos cartões decorados com fitas amarelas, escrito: “Se você precisar, peça ajuda”. Desde então, o laço amarelo foi escolhido como o símbolo da campanha de luta contra o suicídio.

Os índices crescentes de suicídio, nas últimas décadas, fazem-nos entrar em alerta nesta época, para que possamos fazer qualquer movimento em prol da valorização da vida.

Como advogados, em nossos escritórios, em nossos lares, ou em nossas mídias sociais, no dia 10 de setembro – Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio - poderemos divulgar ou colar um “post it” amarelo com o dizeres como: “Se você precisar, peça ajuda”, ou “Você é especial na minha vida”, ou “Estou aqui, para ajudar você”.



Cada atitude de gentileza e acolhimento para com o próximo tem grande valor e repercute, definitivamente, na esperança e fé que cada um de nós precisa ter na humanidade.


Tânia Motta Nogueira Reis - advogada holística, integrativa e colaborativa, escritora, tradutora, conferencista nacional e internacional, palestrante motivacional bilíngue, ex-diretora da IAHL – International Alliance of Holistic Lawyers (Associação Internacional de Juristas Holísticos, de 1998 a 2010), com sede nos EUA. Empresária e consultora em Gestão Empresarial com Valores Humanos. Sócia-fundadora da Nogueira Reis Consultoria Empresarial Ltda. (desde 1989). Fundadora e presidente da MONGA – Mulheres Organizadas e Não Governadas Anônimas (desde 2002), ONG que trabalha pelo empoderamento feminino e educação para combater a violência doméstica. É ativista pelos direitos das mulheres e pela paz nos lares.


Instagram: taniamottanr 

Site: www.monga.com.br

Canal no Youtube: Mãe Pode Tudo com Tânia Motta

08 março 2021

Como seria esta pandemia COVID-19 sem a mulher?

Neste Mês da Mulher, precisamos nos questionar sobre a importância da atuação de cada mulher no mundo de hoje.  E esta pergunta é para você refletir e honrar cada mulher que encontrar dentro da sua casa (ou virtualmente, é claro!)  Afinal, este lockdown, que estamos vivenciando em março de 2021, não nos permite encontrar pessoas, aglomerar ou comemorar nosso Dia Internacional da Mulher.




Para começar nossa avaliação, quero lhe lembrar que os três primeiros países que tiveram melhor desempenho de bons resultados nesta pandemia são governados por mulheres; as cientistas que estão pesquisando na linha de frente do COVID são, na sua maioria, mulheres;  e as profissionais mulheres estão saindo para trabalhar e ficando para trabalhar: fazendo home office, homeschooling (fazendo as tarefas escolares com os filhos) e fazendo o trabalho de casa (alimentação, abastecimento de compras, saúde fisica e emocional,  limpeza do lar, cuidado dos idosos) também são mulheres.

Nesta breve análise, imaginamos que o lar seja o ambiente ideal para a família conviver em segurança nesta pandemia.  Muito pelo contrário, a violência doméstica aumentou de forma acelerada nesta pandemia em todos os países do mundo.

Portanto, neste Mês da Mulher, quero convidá-los a valorizar a mulher, assumir a execução das tarefas domésticas e educação da família (que é obrigação de todos), respeitar o espaço do outro de forma gentil, acolher o luto do outro de forma fraterna, atender aos protocolos de segurança COVID (máscaras, distanciamento social, etc.) e criar um ambiente saudável onde você estiver.



Com essas atitudes diárias,  celebraremos o mês da mulher, o ano da mulher e o milênio da mulher com a paz que todos necessitamos ter para formatarmos um mundo melhor.  A paz mundial começa em casa.

Tânia Motta Nogueira Reis - advogada, escritora, tradutora, conferencista nacional e internacional, palestrante motivacional bilíngue, ex-diretora da IAHL – International Alliance of Holistic Lawyers (Associação Internacional de Juristas Holísticos, de 1998 a 2010), com sede nos EUA. Empresária e consultora em Gestão Empresarial com Valores Humanos.  Sócia-fundadora da Nogueira Reis Consultoria Empresarial Ltda. (desde 1989). Fundadora e presidente da MONGA – Mulheres Organizadas e Não Governadas Anônimas (desde 2002), ONG que trabalha pelo empoderamento feminino, educando para afastar a violência doméstica.  É ativista pelos direitos das mulheres e pela paz nos lares. 


Compartilhe esta mensagem com cinco mulheres que você admira.

Conheça o site da nossa ONG de mulheres: www.monga.com.br



02 novembro 2020

Terceira Idade: a hora da colheita!

 "A Terceira Idade é a hora da grande colheita farta e próspera de uma vida de tantas estações, hora plantando, hora colhendo." - Tânia Motta Nogueira Reis, advogada, escritora, terapeuta transpessoal e ativista pela paz nos lares.


Como a vida no campo ensina, na hora da colheita, precisamos dos vizinhos, amigos, filhos, netos, parentes e amigos por perto (ou presentes via internet, mas em contato), porque é muita fartura e alegria para compartilhar com todos. E assim, ensinamos a nos ajudarmos e ampararmos uns aos outros.




As histórias de superação, amor e vida longa enriquecem a todos, trazendo esperança e fé numa trilha que todos passaremos ao envelhecer.


A nossa página no Facebook, SER A PRATA DA CASA, foi criada com o objetivo de empoderar os idosos e trazê-los mais perto do mundo digital nesta pandemia.


Nossa ONG de mulheres comemora 18 anos de ativismo pelos direitos das mulheres, crianças, adolescentes e idosos - www.monga.com.br.  Conheça no nosso novo site!



Participe da nossa página no Facebook, trazendo sua história de amor.  Queremos contá-la, aqui, para os novos amigos que você fez ao participar deste grupo.  Comente e entraremos em contato.




27 outubro 2020

Célia Zweifel lança seu canal de Youtube na Suíça

 

 


Célia Zweifel é brasileira (com dupla cidadania suíça e brasileira), socióloga, enfermeira e tradutora, que mora há 20 anos na Suíça.  Célia acaba de lançar seu canal no Youtube, chamado "Suíça sem Dúvidas by Célia Zweifel", onde ela dá muitas dicas importantes para os brasileiros que chegam na Suíça, com o objetivo de entenderem melhor as regras, etiquetas, leis e história daquele lindo país.

 

Ela é a nossa representante da ONG na Europa e foi quem primeiro levou nossos livros e palestras para Suíça e Alemanha, a partir de 2008 e anos subsequentes, providenciando nossa hospedagem na sua casa, divulgação em revistas e jornais locais, distribuição dos livros nas livrarias para os lançamentos dos mesmos em Zurique, Berna, Bad Ragaz (na Suíça)  e em Berlim (Alemanha).




Lá, na Suíça, ela também desenvolveu um excelente trabalho chamado FEMALE - Frauen gemeninsam fürs Leben (Mulheres Unidas pela Vida), projeto financiado pelo governo federal suíço para apoio social e acolhimento a mulheres estrangeiras que chegam pela primeira vez na Suíça.


Abaixo, as reportagens sobre a Célia Zweifel com tradução livre por ela mesma, a nosso pedido.



Tradução Livre por Célia Zweifel:


Título: Região de Höfe explicada por uma brasileira

 

Por que não pagamos com Euro? E o que a colina de Rütli tem haver com o Cantão Schwyz? As respostas para essas perguntas podem ser respondidas por qualquer criança suíça;  mas, e com os estrangeiros?  Deles quem cuida é a cidadã de Höfe, com raiz brasileira, Célia Zweifel, com o seu novo canal do YouTube. O primeiro vídeo foi sobre a nossa data nacional, 1º de agosto, de uma forma divertida/descontraída. Porém, atenção: Célia Zweifel fala na sua língua materna, o português.


 Free translation by Célia Zweifel – A. V.



Tradução Livre por Célia Zweifel:

Título: Youtuber explica a vida na região Ausserschwyz (região de Höfe e March)


Célia Zweifel vem do Brasil, porém reside, há 20 anos na região de Höfe.


Está em sua missão fazer com que os estrangeiros possam, aqui, informarem-se e se integrarem - isto é possível graças ao seu canal mo YouTube criado há pouco tempo.


Texto embaixo da foto: Célia Zweifel em dobro: brasileira, residente em Pfäffikon tem um canal informativo no YouTube.


Como podemos ver, acima, estão as reportagens sobre a Célia Zweifel.  Que ela siga empoderando a comunidade brasileira lá fora, e que a gente possa divulgar ainda mais as conquistas desta mulher brasileira, nascida em Salvador - Bahia, que representa e enobrece a todas nós.  Compartilhe!