07 novembro 2014

Homenagem a Cecília Meireles - coragem, inteligência e sensibilidade


Nossa ONG de mulheres homenageia nesta data, 7 de novembro, uma das maiores poetisas brasileiras (e saibam que temos muitas delas), que teve o seu primeiro livro publicado em 1919, chamado “Espectros”, numa época em que as mulheres não tinham muita voz para escrever e até usavam pseudônimos masculinos, para terem seus textos publicados.


 
Cecília Meireles faria 112 anos, se ainda estivesse entre nós, mas como seus livros, peças de teatro, textos e pensamentos são atemporais, ela, com certeza, escreveria suas mesmas sábias frases, na data de hoje.  Sua obra mais conhecida, publicada em 1953, intitula-se “Romanceiro da Inconfidência”.

Cecília Benevides de Carvalho Meireles (1901 – 1964) foi poetisa, pintora, professora e jornalista brasileira. Sendo considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa, militou em favor da educação.

 

Neste momento que se avizinha a data da proclamação da República do Brasil, 15 de novembro,  reconhecemos que escrever é registrar seus pensamentos, conhecimentos e valores, o que requer coragem e determinação.  Assim sendo, a todas as jornalistas brasileiras, escritoras e poetisas, nossa gratidão por cada palavra escrita, pela coragem e liberdade de expressá-las.






Texto por Tânia Motta Nogueira Reis, advogada, escritora e terapeuta transpessoal.

04 novembro 2014

Sobre a Decência - por Lya Luft


                                                                  
                                                    Texto por Lya Luft , na Revista Veja.

"Certa vez, eu ia dar uma palestra sobre educação. Ainda no hotel, conversei com alguns jornalistas. O primeiro deles a falar, um rapaz simpático, perguntou qual seria o tema da minha apresentação. Respondi: “Educação e autoridade”. Ele piscou os claros olhos e disse, espontaneamente: “Autoridade? Aquilo que diz isso pode, isso não pode?”. Achei graça e confirmei: “Isso mesmo”.

O assunto me voltou à lembrança nestes dias em que tanto se fragilizam o conceito e a instituição “autoridade” no país varado de manifestações e greves. Não quero analisar se elas são justas: geralmente têm sido. Há miséria, omissão, desencanto e injustiça demais por aqui.

Mas eu falo na questão da autoridade: quando se baseia no respeito, encontra eco. Quando mal fundamentada, vem a confusão, como nesta fase em que a inquietação pipoca em tantos pontos e momentos, em toda sorte de protesto.

Um juiz manda que grevistas voltem ao trabalho, ninguém dá bola. Decretam uma greve ilegal, ninguém se impressiona. Ameaçam com demissões, alguns voltam ao posto de trabalho, ou tudo piora. Assim, os grupos de manifestantes de várias categorias, ou juntos, atiçados por partidos políticos ou simplesmente indignados (muito justamente) com sua condição de trabalho e vida, assustados, ou finalmente encontrando sua voz, parecem não se intimidar.

Isso é bom, é ruim? Sinceramente: em outros tempos eu diria que é mau presságio. Neste momento, não me sinto com cacife para responder. Muitos dos movimentos parecem legítimos. Para atrapalhar, há o contraponto: milhões de pessoas prejudicadas por algumas centenas, é justo?

Não sou do tipo severo, não sou rigorosa demais, porém me preocupa esse singular sentimento de mal-estar, expresso por tanta gente quando diz: “Tem algo esquisito no Brasil, algo estranho paira no ar, não consigo definir bem”.

Muitas coisas inquietantes acontecem, talvez tantas que não se possam qualificar com uma expressão só. Mas um dos fatores dessa situação é a quebra da autoridade, e de seu irmão, o respeito: isso se conquista. Respeito é essencial para que qualquer coisa funcione: tem a ver com hierarquia, com cuidados, como na família – organização em que tudo começa.

Quem ama cuida e, em certos momentos, precisa exercer autoridade, sobretudo com relação a crianças e adolescentes. Pois, se os adultos não conseguem ter, e impor, um mínimo de ordem no ambiente familiar, na compostura dos filhos (e de si próprios), não haverá uma família, mas um grupo desordenado, possivelmente belicoso, confuso e de pouca ajuda na preparação para os embates da vida lá fora.

Talvez, nesse território pessoal, fosse bom deixar um pouco de lado os psicologismos (não falo da verdadeira psicologia, que pode ajudar a minimizar graves problemas individuais ou de convivência), que nos sugerem exercer quase zero de autoridade, e nada de severidade, tentando sempre “o diálogo”.
Nem sempre é possível dialogar com uma criança enfurecida ou um adolescente confuso, e uma dose amorosa de rigor pode pôr as coisas de novo em ordem, aliviando a situação.

No âmbito do que está acontecendo e do que está por vir no Brasil, me assombra e me assusta, entre outras questões, a do autoritarismo – jamais a autoridade conquistada com competência, sabedoria e honradez, cuidando de cada um de seus membros, acima e além de qualquer ânsia de poder, assim promovendo também a justiça verdadeira.

Se não somos iguais – nem devemos ser, pois cada indivíduo é único, cada grupo, região, país e cultura são únicos -, o essencial é que todos tenham a máxima dignidade para se sentir respeitados, e as melhores condições para que possam se desenvolver.

Segurança, tranquilidade, educação, saúde, moradia, transporte deveriam ser bens óbvios de cada pessoa. Copa ou não Copa, é bom rever nossos valores em todos os níveis. Pois, se continuar a generalizada inquietação social cada dia mais grave, desmoronam as instituições que nos orientam, amparam e nos tornam (ainda) uma democracia."

Lya Fett Luft, escritora brasileira, tradutora, pedagoga e professora universitária, nascida em 15.09.1938, em Sta. Cruz do Sul, RS, é colunista da Revista Veja.

27 outubro 2014

Pensamentos Filosóficos sobre as Vitórias e as Derrotas

 Ao longo dos milênios da nossa civilização, a humanidade já sofreu muitas vitórias e muitas derrotas.  Buscando filósofos e grandes pensadores, encontramos conforto nos momentos da derrota e paz interior ao entender que a impermanência da vida nos prepara e fortalece para fluir...

Quero compartilhar com você alguns desses pensamentos:



"Se você sofreu alguma injustiça, console-se; a verdadeira infelicidade é cometê-la.” ―Demócrito

Demócrito de Abdera( 470 aC-360 aC), filósofo grego que desenvolveu a teoria atômica do universo, foi discípulo do filósofo Leucipo. Demócrito nasceu em Abdera, Grécia. Escreveu numerosas obras, sobre filosofia, matemática, ética e música. 
www.monga.com.br

Free translation: "If you have suffered some injustice, console yourself; the true unhappiness is
to commit it."     - Democrito de Abdera


Como advogada holística (com enfoque em Resolução de Conflitos) e terapeuta transpessoal, posso lhe afirmar que a paz é o caminho para mediar e acolher a todos envolvidos em qualquer disputa. 

Texto de Tânia Motta Nogueira Reis.  nreis8@hotmail.com

21 outubro 2014

26 de outubro - Campanha Muda Brasiiil! Vista-se de verde e amarelo


Nossa ONG de mulheres, MONGA, que trabalha pela paz nos lares e tem como tema “Educar é proteger!”, convoca cada uma de nós, a trabalhar pela mudança do governo do Brasil, respondendo com o seu voto consciente nas eleições de 2014, através dessa "Campanha Muda Brasiiil!"


Pedimos que este tema ELEIÇÕES 2014, seja discutido com seus filhos, colegas, amigos, empregados, para que todos possam votar com seriedade, para resgatarmos a honestidade e decência, inexistentes no governo brasileiro atual, que por ser corrupto, é incompatível com o caráter e dignidade do nosso povo brasileiro.

Atendendo ao pedido de professores e analistas políticos, de que todas as instituições de ensino, empresas e imprensa deveriam declarar, explicitamente, o seu apoio a algum dos candidatos, resolvemos fazer esta campanha para apoiar Aécio Neves, por vários motivos, mas elencaremos cinco deles:

1.  O candidato Aécio Neves declarou que gostaria de ser reconhecido, ao final do seu governo, como “o presidente que investiu na educação”. 

2.  Queremos que o PT saia da presidência do Brasil, por uma série de denúncias comprovadas de todo tipo de  desvio de verbas e corrupção, que nos envergonha nacional e internacionalmente.

3.  O PT utilizou muitas ONGs para “lavagem de dinheiro” da corrupção, tingindo de vermelho da vergonha, tantas outras ONGs que perderam a sua credibilidade só por ser ONG – Organização Não Governamental.

4.  Queremos voltar a crescer economicamente e termos melhores salários e empregos, através de reformas tributária e política.

5.  Desejamos que todos os movimentos de quebra-quebra (violência nas ruas), feitos na época da Copa do Mundo, em todos os estados do Brasil, sejam representados nas urna, com paz e segurança.

 
Portanto, solicitamos que, durante esta semana que antecede o dia 26 de outubro:

- você vista VERDE E AMARELO no dia das eleições,

- coloque as bandeiras nacionais no seu carro, na sua casa, como se você tivesse torcendo pela Copa novamente, mas, dessa vez, vamos ganhar o jogo!

 

- caminhe com seus cães vestidos de VERDE E AMARELO.

 
 
- coloque o VERDE E AMARELO na linha do tempo do Facebook, podendo copiar livremente os posts abaixo, pois criamos esses post pensando em você.

 
 
 
 
 
 
 - demonstre o seu patriotismo com ALEGRIA e FÉ, pois é assim que mudaremos o clima de terror e medo disseminado pelo PT.


 
Finalizando a nossa campanha, nesta data de 26.10, queremos cantar juntos, ao final do pleito das eleições de 2014, o Hino da Independência do Brasil: "Brava gente brasileira, longe vá temor servil.  Ou ficar a Pátria livre, ou morrer pelo Brasil.  Ou ficar a Pátria livre, ou morrer pelo Brasil."

Assista ao vídeo e cante junto: https://www.youtube.com/watch?v=rOvK3yaHZhA



Letra do Hino da Independência:
(letra de Evaristo Ferreira da Veiga e
música de D. Pedro I)


Já podeis da Pátria filhos
Ver contente a mãe gentil
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil
Já raiou a liberdade
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil
Ou ficar a Pátria livre
Ou morrer pelo Brasil
Ou ficar a Pátria livre
Ou morrer pelo Brasil

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil
Houve mão mais poderosa
Zombou deles o Brasil
Houve mão mais poderosa
Houve mão mais poderosa
Zombou deles o Brasil

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil
Ou ficar a Pátria livre
Ou morrer pelo Brasil
Ou ficar a Pátria livre
Ou morrer pelo Brasil

Não temais ímpias falanges
Que apresentam face hostil
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil
Vossos peitos, vossos braços
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil
Ou ficar a Pátria livre
Ou morrer pelo Brasil
Ou ficar a Pátria livre
Ou morrer pelo Brasil

Parabéns, ó brasileiros!
Já, com garbo varonil
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil
Do universo entre as nações
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil
Ou ficar a Pátria livre
Ou morrer pelo Brasil
Ou ficar a Pátria livre
Ou morrer pelo Brasil!


 
Vamos, juntos, mudar o Brasil e criar um futuro melhor!  Compartilhe.


 
Texto por Tânia Motta Nogueira Reis, advogada, escritora e presidente da MONGA – Mulheres Organizadas e Não Governadas Anônimas.  www.monga.com.br

11 setembro 2014

21 de setembro - Dia Mundial da Paz





Sendo a família a célula da sociedade, urge que as famílias estejam cada vez mais centradas na edificação diária da paz nos lares, já que acessamos tantos conteúdos caóticos (notícias, sites, novelas, programas televisivos e mídias sociais).

Na nossa casa, temos um “combinado” sobre os temas caóticos acima, que não devem ser abordados durante as refeições, sendo uma forma de honrarmos a alegria e a gratidão de estarmos juntos para mais uma alimentação em família, sempre com o astral elevado.

Assim como escolhemos a dieta da nossa família, precisamos fazer uma seleção cuidadosa dos assuntos que vão à mesa. A união familiar em torno da mesa do jantar ou do almoço do domingo deve construída com temas agradáveis e leves, com assuntos construtivos e edificantes, já que estamos alimentando os nossos corpos e a nossa alma.

Durante a semana, toda reportagem de revistas, jornais e sites, são também compartilhados entre nós, para falarmos, pessoalmente no fim do dia.  É quase como o “nosso noticiário”, quando nos atualizamos sobre nossos assuntos pessoais e quando emitimos o nosso pensamento sobre os temas abordados.  Acho uma forma educativa de nos informarmos e de nos conhecermos melhor, fortalecendo a rede protetora e educativa do nosso lar.

No domingo, todo final da tarde, oramos e agradecemos a oportunidade de estarmos juntos nessa experiência terrena, como pilares de luz, construindo o nosso tempo de amor e paz que chamamos de lar.



Por isso, sei que é possível construirmos a paz nos lares, com trabalho, empenho e muita compaixão por nós mesmos e pelos outros.

Fundei, em 2002, a MONGA – Mulheres Organizadas e Não Governadas Anônimas (www.monga.com.br), para fortalecer a mulher e a família, na construção da paz nos lares. Escrevo livros e blogs, dou palestras em escolas e organizações, e hoje,  também como terapeuta familiar, posso garantir que há um caminho da virtude e o da não-virtude, basta escolhermos a rota certa e honrarmos cada passo.



Outros autores também reforçam o meu pensamento, que agora, compartilho com você: O Dalai Lama nos ensina: “Não permita que o comportamento do outro tire a sua paz”; John Lennon cantava “Imagine all the people living life in peace. You may say I’m a dreamer, but I’m not the only one.” (Imagine todos os povos vivendo em paz.  Você pode dizer que eu sou um sonhador, mas eu não sou o único).



O dia  “21 de setembro – Dia Internacional da Paz” foi declarado pela ONU, em 30 de novembro de 1981, com o intuito de chamar a atenção mundial pela PAZ e pela não-violência em áreas de conflitos ao redor do mundo.  Desde então, a ONU tem celebrado este dia para que as pessoas possam pensar na paz, em suas várias formas e projetos pela paz nas cidades, países e organizações ou, individualmente, fazer uma ação de paz neste dia.



Programe-se com sua empresa, amigos, vizinhos, para fazerem uma ação pela paz, neste domingo, dia 21 de setembro, e compartilhe este blog com os amigos e familiares.

Muita paz!

07 agosto 2014

Pais, representantes de Deus na Terra.


Ao nos lembrarmos da notícia da gravidez,  que nos encheu de bençãos e prosperidade para deixarmos de ser "os filhos" e passarmos a ser "os pais", faz-nos refletir que esta mesma alegria deve perdurar em todos os momentos da vida da criança, do adolescente, do jovem adulto e do adulto, em nossa companhia, nessa jornada terrena.

Gostaria de compartilhar o meu olhar de mãe, advogada e psicoterapeuta com você: nossos filhos vieram a nós com uma "procuração cósmica assinada por Deus", para amarmos e zelarmos por eles, com a outorga do Pai Celestial, para que eles sejam felizes e prósperos, para que eles possam dar continuidade a obra da Criação, já que somos herdeiros de tudo o que o Criador fez.  Assim sendo, o maior compromisso de todos os pais é de sermos os representantes de Deus na Terra.

Nossos filhos nos olham com os olhos de Deus.  Através de nós, eles procuram a presença do Pai Celestial, da Mãe Divina e sentem muita falta do Verdadeiro Pai - Deus.   Uma falha nossa como desamor, egoísmo, intolerância, negligência e imperícia na criação os filhos repercutem, para eles, como se Deus não estivesse olhando por eles ou, simplesmente, não existisse.

Enquanto filhos, que também somos, sentimos a presença de Deus em cada gesto nobre, gentil e amoroso que nossos pais nos fazem, mostrando, através do bom exemplo, os valores humanos, com  limite, equilíbrio e acolhimento das nossas almas.




Neste Dia dos Pais, desejo que possamos renovar a alegria de termos sido abençoados com os nossos filhos e a certeza de estarmos cumprindo todos os poderes de Deus, que nos foram outorgados, naquele dia em que saímos da maternidade e assinamos (talvez sem ler), em nossos corações, aquela "procuração cósmica".

Texto de Tânia Motta Nogueira Reis, escritora, advogada, palestrante motivacional e terapeuta. 

Contato:
nreis8@hotmail.com

18 julho 2014

Deus criou a perfeição em você!



Respire e contemple a natureza, perceba a perfeição de cada criação divina: flores, pássaros, seus bichinhos de estimação, suas mãos que os afagam e você, sua filha(o) herdeiros de um mundo tão abundante em tudo o que você quiser acessar.

Selecione e vigie os seus pensamentos, para que você tenha acesso ao que há de melhor reservado para você.  Vá buscar HOJE, tudo que é seu e que está disperso, sem a formatação da sua vontade divina (empenho).

Ele quer o melhor para Seus filhos, mas cabe a nós, filhos herdeiros, zelarmos pela perfeição e manutenção do Universo que Ele criou.  Cuide do próximo (que é seu irmão e também filho Dele) e de tudo que está ao seu redor, sempre segurando na mão de Deus.  Ele lhe dará forças para você caminhar e seguir sua missão terrena com alegria.

Comece sendo grato por tudo que há no mundo e foi criado por Deus: ar, água, natureza, alimentos, terra, fogo, energia... a lista é grande, seus pais e antepassados, seus filhos, amigos, profissão.  A gratidão segue lhe acompanhando por todo o tempo, aliviando o estresse e ansiedade diários.

Respire em Deus e desfrute dessa viagem cósmica.

Se Deus criou a perfeição nas pequenas coisas, imagine em você?

Texto por Tânia Motta Nogueira Reis - escritora, advogada, palestrante motivacional e terapeuta.  www.nrconsultorialtda.blogspot.com.br, www.monga.com.br, facebook, youtube.

Vídeo promocional de palestras: https://www.youtube.com/watch?v=F0zTZ2FVz9Y 

09 maio 2014

Feliz Dias das Mães!

Para celebrarmos a chegada do mês de MAIO, nossa ONG disponibiliza, para você, neste Mês das Mães, alguns dos nossos posts criativos, a fim de você poder colorir seu Facebook ou enviar por e-mail para sua MAMÃE, seus amigos e familiares, com lindas mensagens sobre o Dia das Mães.

 
Nesta data tão comemorada por todos nós, lembre-se dos sábios conselhos da mamãe, matriarca, exemplo, liderança, amor e coragem e compartilhe com as mulheres da sua vida - aquelas que apontaram para você o caminho da virtude.




Nossa homenagem a todas as mulheres, porque acreditamos que:

 "Ser MÃE é mais que dar a luz, é iluminar o caminho!" - Tânia Motta Nogueira Reis,
advogada, escritora, palestrante motivacional e terapeuta transpessoal.


Saiba mais sobre a nossa ONG de mulheres - MONGA - Mulheres Organizadas e Não Governadas Anônimas - www.monga.com.br,  trabalhando pela paz nos lares, desde 2002. Compartilhe este link com as mulheres que você admira.

Feliz Dia das Mães!




 


29 abril 2014

Dia Nacional da Mulher - 30 de abril


 
 
Em comemoração aos 100 anos de nascimento de Jerônima Mesquita, uma das primeiras brasileiras a lutarem pelos Direitos da Mulheres, a data do Dia Nacional da Mulher foi escolhida e instituída pela Lei nº 6.971/1980.  

Quem foi Jerônima Mesquita?


Filha de ricos e cultos barões do café, em Minas, Jerônima nasceu em 30 de abril de 1880, casou-se aos 17 anos e, dois anos depois, divorciou-se. Seguiu para Paris, em plena I Guerra Mundial, em 1914, e ingressou como voluntária da Cruz Vermelha da França e depois serviu à Cruz Vermelha Suíça. Ela retornou ao Brasil ao lado das companheiras Stela Duval e Bertha Luz, momento no qual fundou, em 1922, a Federação Brasileira pelo Progresso Feminino (FBPF).

Nesse mesmo ano, o Brasil vivia períodos importantes: o surgimento do Movimento Modernista e a fundação do Partido Comunista Brasileiro (PCB). Jerônima construiu história e lutou intensamente pelo direito ao voto feminino, atuando no movimento sufragista de 1932, que conquistou legalmente o direito ao voto, com o Código Eleitoral. Nesse período, lançou o Manifesto Feminista:

“As mulheres, assim como os homens, nascem membros livres e independentes da espécie humana, dotados de faculdades equivalentes e igualmente chamados a exercer, sem peias, os seus direitos e deveres individuais, os sexos são interdependentes e devem, um ao outro, a sua cooperação. A supressão dos direitos de um acarretará, inevitavelmente, prejuízos pra o outro, e, consequentemente, pra a Nação”.  - Este é um trecho do Manifesto Feminista, de autoria de Bertha Lutz, Maria Eugênia e Jerônima Mesquita, escrito em 14 de agosto de 1934.

Mais  tarde, Jerônima Mesquita fundou o Movimento Bandeirante, grupo de mulheres uniformizadas (uniformes com influência militar), que tinham como atividades: aulas de primeiros socorros, enfermagem e puericultura.

 

 

Jerônima também participou da fundação do Conselho Nacional das Mulheres do Brasil (CNMB), organização que tem como finalidade a defesa da mulher. Dentre as principais conquistas estão: o direito ao voto, as fundações da Pró-Mater (hospital beneficente para acolhimento de gestantes pobres) e da Associação Cruz Verde, que lutou contra a fome, a febre amarela e a varíola no início do século 20. Sua atuação pelo direito da mulher ao voto foi veemente.

No início do século XX, esta mulher brasileira que estudou na Europa, Jerônima Mesquita, ao retornar ao Brasil, trouxe consigo a coragem de  enfrentar as situações contrárias às mulheres,  unindo-se a um grupo de senhoras combativas e se tornando  uma das  primeiras feministas brasileiras, bem como assistencialista e sufragista.  Ela lutou por inúmeras causas, sendo uma respeitável  mineira de Leopoldina, nascida em 30 de  abril de 1880. Faleceu na cidade do Rio de Janeiro, onde morava, em 1972.  Em homenagem à sua data natalícia, um grupo de feministas trabalhou para que a data de 30 de abril se tornasse o Dia Nacional da Mulher. Isso ocorreu pela lei nº 6.791/80, sancionada pelo Presidente João Figueiredo. 
Fontes de pesquisa: Textos da internet compilados por Tânia Motta Nogueira Reis.

Mais de um século de lutas e conquistas se passa e continuamos nas mesmas buscas pela equidade de gênero e políticas públicas para mulheres contra a violência doméstica.



Que as datas, abaixo mencionadas, sirvam de marcos para que, durante o ano, possamos endereçar estes temas para eventos nas escolas, programas de educação na TV, nas empresas, mídias sociais e internet (sites, blogs).

Datas Importantes para trabalharmos o ativismo feminino:

01 de Fevereiro - Ratificação pelo Brasil da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher (CEDAW, ONU)


08 de março - Dia Internacional da Mulher

 
25 de abril - Dia Latino-Americano da Mulher Negra

 
27 de abril - Dia Nacional da Trabalhadora Doméstica

30 de abril - Dia Nacional da Mulher

28 de maio - Dia Internacional de Ação pela Saúde da Mulher

30 de maio -  Dia de Luta pela Maior Participação Política das Trabalhadoras Rurais

07 de agosto - Sanção da Lei 11.340/06 que cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher (Lei Maria da Penha)

06 de setembro - Dia Internacional pela Ação pela Igualdade da Mulher

14 de setembro - Dia latino-americano da imagem da mulher nos meios de comunicação

23 de setembro - Dia internacional contra a exploração sexual e o tráfico de mulheres e crianças.


Na data de hoje, compartilhe esta mensagem com as mulheres que

estão ao seu lado e que, certamente, fazem a sua vida ser mais feliz.
  

 

14 abril 2014

Páscoa - momento de plantar a renovação nos corações

Como esta festividade da Páscoa vem com feriado, oportunidade de estarmos juntos aos amigos e familiares, desejamos a todos um grande momento de celebração, renascimento interior e felicidade em todos os lares.

Sugerimos que a família se reúna para produzir algo artístico e divertido, a exemplo de pintura de ovos, desenhos de coelhos ou decorar a casa com os símbolos da Páscoa.

Pensamos criativamente e fizemos algumas surpresas para sua família e você:

Plantação para você acompanhar a renovação da vida:

1) Recorte uma embalagem de suco de laranja cortada na horizontal, com a tampa voltada o lado esquerdo, em baixo, para fazer uma "torneirinha" por onde sairá a água de seu micro-canteiro.

2) Envolva a embalagem com um lindo papel de presente, coloque terra vegetal, para semear as sementes de alpiste.

3) Pinte 4 ovos e os coloque por sobre  4 espetos de churrasquinho, numa altura que o "gramado" possa cobrir as hastes do espetinho de madeira.

 
Com oito dias a plantação estará como esta foto.  Obs.: Molhar e a colocar ao sol em dias alternados.


 
 
 
Com 15 dias, o seu arranjo estará assim.
 
 
 
 
Conheça a página da nossa ONG, chamada "Friends on a Diet" no Facebook. 
 
 
Receitas divertidas para sua mesa de Páscoa:
 
Barquetes recheadas com "dip" de gorgonzola, queijo frescal, maionese e gotas de corante verde. Decoradas com ovo de codorna cozido e tomate cereja.
 
Horta da Mamãe-Coelha:
 
1) Separe uma tigela branca, fita crepe branca e crie as fileiras/quadrados, calculando conforme a foto.
 
2) Preencha as "cenourinhas" (forminhas pré-assadas, conhecidas como rabos de tatu) com um "dip" da sua preferência e as decore com folhas de salsa.  Recorte o alface em tirinhas e cubra a fita crepe, para, só então, na hora de servir (as folhas não aguentam calor), montar a horta da Mamãe-Coelha.
 
 
 
Esta horta foi criada e feita por mim, mas foi montada por Diana e Raquel.  Shirley Alves fez o recheio. 
 
 
Feliz Páscoa!

 

 

08 abril 2014

Antecipando o Dia Nacional da Mulher - 30 de abril

Anualmente, nossa ONG de Mulheres - MONGA, divulga o dia 30 de abril - Dia Nacional da Mulher, para que o trabalho pela paz nos lares continue sendo tema de atenção e foco de todos nós, maridos, mulheres, filhos e familiares.

Sabemos que essa data é menos conhecida do que o Dia Internacional da Mulher - dia 8 de março, mas muito importante, apesar da mídia dar pouco destaque à mesma.

Este ano, trabalharemos com antecedência... e saiba o porquê:



A proposta da nossa presidente Tânia Motta Nogueira Reis, para 2014, é que o nosso encontro, seja virtual, pela página da MONGA no Facebook, chamada Friends on a Diet. 

Como participar dessa dinâmica anti-estresse:

1. Crie a sua obra de arte com a casca do ovo (de preferência três unidades, para ter um "back-up", caso quebre alguma), como diz o ditado "Uma mulher prevenida vale por duas"...

2. Pinte a carinha dela com caneta hidráfica (Pilot), espere secar e pulverize verniz spray na casca toda.

3.Coloque a terra vegetal e, por cima, na última camada, semeie as sementes de alpiste.  Molhe com o conta-gota, diariamente, e as coloque ao sol a cada dois dias.

4. Tire uma foto e poste o rostinho da sua "mulher green" na nossa página.  A medida que o "cabelo" for crescendo, você vai decorando com fitinhas coloridas e fazendo os penteados possíveis.

4. Escolhemos o dia de sábado para atualizarmos as fotos, ou seja, que no dia de sábado você tenha um momento para "brincar de boneca" e postar a sua mulherzinha. 

Este ano, aproveitamos o período da Páscoa, de renovação espiritual, para renovarmos os nossos votos pela paz nos lares.  Assim, peça a cada membro da sua família que desenhe um rostinho de mulher e que cuide da "cabecinha dela" por 15 dias. 

As cabeças pintadas nas fotos só tem uma semana de plantadas e o "cabelo de alpiste verde" já começou a crescer.

Compartilhe com as amigas e conheçam, no nosso blog, logo abaixo, a matéria que explica o objetivo da página Friends on a Diet. http://monganews.blogspot.com.br/2012/09/friends-on-diet-nossa-pagina-no-facebook.html

A energia positiva e divertida já começou a rolar na minha casa, todos querem ver, pela manhã, como estão "as garotas", que ficam no armário da cozinha.

Aqui estão elas:

Oops, sujei o rostinho dela com terra, na hora de molhá-la.  Se alguém notou, claro que só pode ter sido uma mulher...rsrs   Acompanharemos o crescimento dos "cabelos verdes" através de fotos postadas aos sábados.  Aguardem...



Esperamos que você curta e compartilhe com as amigas.

Para nós, mulheres, que adoramos ver resultados, veja o ANTES e o DEPOIS...



Textos, fotos, plantação e desenhos das "garotas" por Tânia Motta N. Reis.